Rio24Horas

Rio24horas@gmail.com

  • Blogs Parceiros



  • Parceiros



Sindicato dos Ferroviários diz que greve é por falta de segurança e demissões

Posted by victorsxavier em abril 13, 2009

central-trem-parado-greve

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas ferroviárias da Zona da Central do Brasil informou que a paralisação dos maquinistas desta segunda-feira (13) é por causa da falta de segurança no trabalho e demissões de funcionários que, segundo a categoria, foram arbitrárias.

De acordo com Alexandre Bruno, diretor do Departamento Jurídico do Sindicato, o sistema de sinalização da via férrea está mal conservado, e, ainda segundo ele, muitos maquinistas são obrigados a sair com o trem de porta aberta por causa da superlotação das composições. Ele ressalta que demissões de maquinistas ocorreram por causa da paralisação nesta segunda. No entanto, a SuperVia contesta as informações. Segundo a assessoria da empresa, as denúncias sobre falta de segurança são “vagas e imprecisas”.

trem-parado-e-atrasado-depois-da-greve-dos-ferroviarios-no-rio-de-janeiro

A assessoria disse ainda que acredita que a paralisação seja para forçar a empresa a atender a uma lista de 87 reivindicações apresentadas no final do mês passado pela categoria. Dentre elas estão um reajuste salarial de 80% do piso; redução da carga horária semanal de 40 horas para 36 horas; e folga no dia do aniversário.

Sobre as demissões, a SuperVia informa que o motivo do desligamento de alguns maquinistas foi por atos de indisciplina e insubordinação, e não pela greve.

trem-rio-greve-ferroviarios

Intervalo de 40 minutos

O intervalo dos trens nos ramais Japeri e Santa Cruz, que era de 15 minutos no início da manhã desta segunda, passou para 40 minutos. Segundo a SuperVia, a demanda é menor no fim da manhã.

Desde à meia-noite de domingo (12) os maquinistas que atuam no transporte ferroviário do Rio entraram em greve.

O intervalo no ramal Deodoro continua de 20 minutos. Os ramais Belford Roxo e Saracuruna seguem suspensos.

estacao-de-trem-fechada-saracuruna

De acordo com a SuperVia, 30% dos maquinistas (cerca de 90 profissionais) aderiram à greve. No entanto, o Sindicato da categoria constesta a informação, e diz que mais de mil ferroviários aderiram à paralisação.

O sistema ferroviário do Rio atende a 450 mil passageiros por dia, e conta com 89 estações, que estão distribuídas em cinco ramais. O transporte passa por 11 municípios, segundo a concessionária.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: