Rio24Horas

Rio24horas@gmail.com

  • Blogs Parceiros



  • Parceiros



Acidentes deixam seis mortos e 27 feridos

Posted by victorsxavier em maio 4, 2009

enterro-jovem-morto-em-acidente

Seis jovens morreram e 27 pessoas ficaram feridas em cinco acidentes de trânsito na Penha, em Irajá, Niterói, Realengo e Duque de Caxias, entre a madrugada e a manhã de ontem. Três vítimas morreram em batida na Penha, quando voltavam de uma casa de shows. Na Baixada, em Duque de Caxias, outras três vítimas fatais. Nos dois casos, os veículos bateram em postes.

Alexandre Gonçalves Rocha, de 20 anos, Victor de Luca Leal e Philipe Costa Palácios Seabra, ambos de 19, morreram e outros dois jovens ficaram feridos depois que o Ford Fiesta em que estavam bateu em um poste, na altura do número 662 da Avenida Brás de Pina, na Penha, na Zona Norte, por volta das 5h40m de ontem. Gabriel José de Castro e Renata Cabreira Araujo, ambos de 19 anos, ficaram feridos no acidente. Eles haviam saído da casa noturna Olimpo.

Na Baixada

Na Avenida Presidente Kennedy, em Caxias, um Fiat Uno também se chocou em um poste, matando Leonardo Lima da Silva, de 29 anos, Eltom dos Santos, de 23, e Tiago Pereira Santiago,

de 22. Vagner Frazão da Silva, de 20, e Evandro Monteiro da Silva, de 21, foram socorridos e levados ao Hospital de Saracuruna.

Por volta das 6h30m, dezessete pessoas ficaram feridas depois que um ônibus da linha 746 (Jabour-Cascadura) perdeu o controle e atingiu dois carros. O veículo invadiu um bar na Avenida

Santa Cruz, em Realengo. No mesmo horário, na Avenida Brasil, mais três jovens se feriram em um acidente envolvendo dois carros nas imediações de Irajá.

Atropelado em Niterói

Em Niterói, um carro atropelou duas pessoas antes de bater em uma árvore, na Avenida Presidente Roosevelt, no bairro São Francisco. Os dois atropelados são José Ronaldo Falcão Janusi, de 52 anos, e José Severino Casemiro, de 40. Ambos foram levados ao Hospital Azevedo

Lima, no Centro.

Lei Seca

Jovens serão alvo de blitz para fazer valer Lei Seca
Morte de seis pessoas em acidentes leva governo a decidir montar fiscalização perto de bares e casas de shows que oferecem bebida barata. Penha terá atenção especial

A morte de seis jovens em acidentes de trânsito na manhã de sábado levou a coordenação da Operação Lei Seca a determinar que as blitzes sejam montadas também nas imediações de bares e casas de shows do Rio. Segundo o subsecretário estadual de Governo, Carlos Alberto Lopes, as equipes de fiscalização não pouparão os jovens que ainda insistem em combinar álcool e direção. “Estamos nos preparando para fazer essas mudanças já no próximo fim de semana. Vamos ficar a uma distância suficiente para impedir que os motoristas infratores desviem das blitzes”, afirmou Lopes.

Dois dos cinco acidentes de sexta para sábado tiveram três mortos cada, na Penha e em Caxias, e todas as vítimas tinham menos de 30 anos. Ontem, foram enterrados os corpos de Alexandre Rocha, 20, Philip Soares, 19, e Victor Leal, 19, o motorista do carro. Dois jovens ainda estão internados.

CASAS DA BAIXADA NA LISTA

Segundo Lopes, os locais das blitzes já não são mais surpresa. Por isso, as ações passarão ser montadas em outros pontos da cidade, com ênfase nas vias com maior índice de acidentes. O subsecretário preferiu não adiantar o nome e o endereço das casas de shows e bares que serão o alvo das próximas blitzes, mas afirmou que três grandes casas da Baixada, em importantes corredores viários, estão entre elas.

Na Zona Norte, as ações serão próximas aos bares mais badalados e algumas casas de show, principalmente as que vendem bebidas a preços baixos com o objetivo de atrair mais jovens. “A região da Penha está no nosso novo roteiro, porque concentra muitas dessas casas e bares. Já começamos as ações com esse objetivo na Barra, no último fim de semana, e o resultado foi positivo”, avaliou Lopes.

Na madrugada de ontem, agentes da Operação Lei Seca abordaram 1.587 motoristas na Capital e na Baixada. Foram 309 carros multados e 100 rebocados. O teste do bafômetro foi aplicado em 1.269 condutores. Destes, 166 estavam embriagados. Foram apreendidas 247 carteiras de habilitação.

Choque de ordem e tumulto

Choque de ordem e tumulto marcaram a decisão do Campeonato Estadual ontem no Maracanã. A Secretaria Especial de Ordem Pública rebocou 108 carros estacionados irregularmente, aplicou 692 multas e deteve 26 pessoas entre flanelinhas, cambistas e “mijões” (cinco). Produtos como faixas e camisas de time foram apreendidos.

O número de apreensões foi superior ao do jogo de decisão da Taça Rio, no dia 26. No portão 19, houve tumulto porque mais de 500 torcedores do Flamengo, a maioria com ingresso, não conseguiram entrar. A polícia usou bomba de efeito moral para dispersar a confusão que tomou conta da Rua Eurico Rabelo, atrapalhando o trânsito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: