Rio24Horas

Rio24horas@gmail.com

  • Blogs Parceiros



  • Parceiros



Banquete no Santa Marta com peixes doados pelo Ibama

Posted by victorsxavier em novembro 27, 2009

Cerca de seis toneladas de peixe foram distribuídas para moradores do Morro Santa Marta, em Botafogo, e da Favela Tavares Bastos, no Catete, ambos na Zona Sul do Rio. O pescado foi apreendido durante operação de fiscalização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em conjunto com a Polícia Civil de Goiás e com apoio logístico do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Avaliada em R$ 100 mil, a carga estava na embarcação Vida Reluz, do Espírito Santo, que foi abordada pelos agentes na altura da Praia de Copacabana, no bairro de mesmo nome, também na Zona Sul, na manhã da última terça-feira, dia 24. Além de 2.700 quilos de atum, foram apreendidos 2 mil quilos de dourado, 700 quilos de bonito e 40 quilos de outros pescados, que seriam vendidos no Mercado de Peixe São Pedro, na Ponta da Areia, em Niterói.

“O barco estava em desacordo com a licença, pois não tinha rastreador e por isso foi feita a abordagem. Além da apreensão dos peixes, eles vão responder a processo criminal e administrativo na Justiça Federal e terão que pagar uma multa de R$ 105 mil”, revelou o biólogo marinho Carlos Magno Abreu, chefe da Divisão de Fiscalização do Ibama no Estado do Rio, explicando que os rastreadores possibilitam a criação de cercas eletrônicas em torno de áreas onde a pesca estiver proibida e, com isso, auxiliam os órgãos responsáveis na identificação e autuação dos barqueiros infratores.

Parte da carga foi distribuída na Favela Tavares Bastos, ainda na noite de terça-feira. Na manhã desta quarta-feira, dia 25, a distribuição foi realizada no Santa Marta.

“Atum pra mim era igual caviar: nunca vi, nem comi, eu só ouço falar. Agora vou poder experimentar e preparar para toda família. Não sabia que esse peixe era tão grande. Parece até filhote de baleia”, disse, surpresa ao observar um atum de 80 quilos, a doméstica Carla Regina Assunção, 26 anos.

Nascida e criada no morro, a dona-de-casa Sônia Regina da Silva, 41, também foi garantir o seu pedaço.

“Eles estão cortando o atum e distribuindo postas. Vim pegar algumas para garantir o almoço e o jantar lá de casa. Para quem está acostumado a comer sardinha, vamos ter um banquete”, brincou Sônia.

Moradora há cinco décadas do Morro Santa Marta, a dona-de-casa Maria da Silva, 75, entrou na fila e conseguiu dourados e namorados.

“Peguei alguns para o meu filho também. Vai dar para três dias”, garantiu.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: