Rio24Horas

Rio24horas@gmail.com

  • Blogs Parceiros



  • Parceiros



Archive for the ‘Geral’ Category

O Dossiê Completo sobre o Complexo do Alemão

Posted by victorsxavier em dezembro 2, 2010

Nessa reportagem exclusiva, vamos mostrar os detalhes, que nas grandes mídias, quase não aparecem, devido a uma cobertura mais específica.

Vista de satélite do Complexo do Alemão


O QUE É O COMPLEXO DO ALEMÃO

O Complexo do Alemão é um complexo de favelas da Zona Norte do Rio de Janeiro, constituído por um conjunto de 13 favelas, estando entre elas, algumas das mais violentas da cidade.

Vista periférica do Conjunto (complexo) de favelas e bairros Adjacentes ao Morro do Alemão.

 

LOCALIZAÇÃO

Seu núcleo é o Morro do Alemão, e poucos moradores da cidade sabem que se trata de um bairro oficial, sendo parte de sua área muitas vezes tratada como parte dos bairros vizinhos: Ramos, Penha, Olaria, Inhaúma e Bonsucesso.

O bairro foi construído sobre a serra da Misericórdia, uma formação geológica de morros e nascentes, quase toda destruída pela construção do Complexo. Restam poucas áreas verdes na região, apesar dos esforços de preservação empreendidos por determinadas organizações atualmente.

HISTÓRIA

Na década de 1920, o imigrante polonês Leonard Kaczmarkiewicz adquiriu terras na serra da Misericórdia, uma região rural da Zona da Leopoldina. O proprietário era referido pela população local como “o alemão” e logo a área ficou conhecida como Morro do Alemão. A ocupação no entanto, só começou em 1951, quando Leonard dividiu o terreno para vendê-lo em lotes. Ainda nos anos 1920, lá se instalou o Curtume Carioca e, na sequência, muitas famílias de operários também se instalaram nas imediações. A abertura da Avenida Brasil, em 1946 acabou por transformar a região no principal pólo industrial da cidade. O comércio e a indústria cresceram e diversificaram-se mas a ocupação desordenada dos morros adjacentes, que teve seu boom no primeiro governo de Leonel Brizola, acabou por dar lugar às favelas do Complexo do Alemão.

Ainda há poucas áreas de mata e alguns pontos de nascentes de rios que são usados como fonte de água pela população. Todavia, logo após a nascente, os rios já se tornam valões de esgoto. Boa parte da serra foi destruída devido às pedreiras, muito comuns na segunda metade do século XX. Hoje em dia tal empreendimento é proibido na região, considerada Área de Proteção Ambiental, embora subsistam algumas ilegamente.

A região concentra cerca de 40% dos crimes cometidos no Rio. Atualmente, está sendo alvo de um dos projetos do PAC, e de uma ação em parceria entre os governos federal e Governo do Estado do Rio de Janeiro, em que estão previstas a construção de uma enorme rede de transportes e de infra-estrutura em geral e de operações de retomada do poder público na região.

Composição

O Complexo do Alemão é composto pelas seguintes favelas

  • Morro da Baiana
  • Morro do Alemão
  • Alvorada
  • Matinha
  • Morro dos Mineiros
  • Nova Brasília
  • Pedra do Sapo
  • Palmeiras
  • Fazendinha
  • Grota
  • Morro da Chatuba
  • Caracol
  • Favelinha
  • Vila Cruzeiro
  • Caixa D’Água
  • Morro do Adeus

DADOS DEMOGRÁFICOS RELEVANTES

Pessoas Residentes

Total da População (2000 ):
65.026
Pessoas Residentes por sexo
Masculino (2000 ):
31.767
Feminino (2000 ):
33.259

Educação

Unidades escolares públicas municipais
Creches (2010 ):
0
Pré-escola (2010 ):
1
Ensino Fundamental (2010 ):
3
Total (2010 ):
3

Orlando Jogador

Uê

 

 

Orlando Jogador                                                                                                               Uê

A GUERRA PELO COMANDO DO TRÁFICO

Foi travada uma grande guerra no Morro do Alemão à época em que era dominado pelo traficante Orlando da Conceição, o Orlando Jogador. Este acabou sendo morto numa emboscada por um outro traficante, seu afilhado Ernaldo Pinto de Medeiros, o Uê. Nessa época o Complexo, o Comando Vermelho perdeu o controle da área durante alguns meses, para outra facção criminosa, o Terceiro Comando .

Posteriormente o Comando Vermelho recuperou o domínio sobre a maior parte do Complexo. Uma parte, entretanto, o Morro do Adeus, permaneceu nas mãos do Terceiro Comando. Mas em maio de 2007 foi tomado pelo ADA e atualmente voltou à esfera do Comando Vermelho.

Manchete sobre o assassinato de Tim Lopes, que ocorreu no morro da Vila Cruzeiro

A região é também conhecida por bailes funk na Chatuba e Grota, além do chamado Baile do Complexo Total. Nesses bailes predominam o funk, consumo de drogas e sexo, inclusive envolvendo exploração de menores. Foi justamente a realização de reportagens sobre este tipo de evento que resultou no assassinato do jornalista Tim Lopes, após ser capturado pelo grupo do traficante Elias Maluco.

 

Tim Lopes

A execução brutal de Tim Lopes teria sido uma vingança por sua reportagem “Feirão das Drogas”, exibida pela Rede Globo em agosto de 2001, na qual mostrou, através de uma câmera oculta, a venda livre de drogas no Complexo. A reportagem foi laureada com o Prêmio Esso de Jornalismo.

No dia 4 de dezembro de 2008, o presidente Lula visitou o Complexo do Alemão, em evento realizado num antigo depósito de gás abandonado, próximo às comunidades da Nova Brasília e Grota. Lá, sob forte esquema de segurança comandado pela Força Nacional, e acompanhado de diversos políticos, como Sérgio Cabral, Eduardo Paes, Edson Santos, Benedita da Silva e Tarso Genro, Lula lançou o Territórios da Paz, além de anunciar diversas outras obras de melhorias para a região.

Semanas depois, no dia 17 de dezembro, o local foi palco de uma ação social com a presença de uma equipe da Defensoria Pública do Rio de Janeiro, além de equipes de médicos e enfermeiros, animadores infantis e recreadores, pois a cerca de trezentos metros dali foi demolida uma antiga fábrica da POESI. Os moradores foram retirados de suas casas para evitar feridos caso alguma casa fosse atingida por resquícios da implosão. Houve algumas reclamações de truculência por parte da polícia quando esta foi retirar os últimos moradores que ainda não tinham deixado suas moradias.

Por volta de 13h30, o governador Sérgio Cabral, do alto de uma antiga pedreira próxima, onde passará uma linha do teleférico, acionou o botão que implodiu cinco dos nove galpões da antiga fábrica, onde será instalado um centro social. Os outros galpões serão reaproveitados pelas novas construções.

O COMPLEXO DO ALEMÃO EM 2010.

Em 25 de Novembro de 2010, o BOPE,com apoio da Marinha do Brasil, fez uma operação especial para tomar o controle da Vila Cruzeiro. Os traficantes fugiram para o Complexo do Alemão e, no dia 26 de Novembro, o BOPE, a Polícia Federal, a Polícia Civil, com o apoio da sua CORE (Coordenadoria de Recursos Especiais) e as Forças Armadas se posicionaram nos arredores do Complexo do Alemão, buscando tirar o controle do tráfico nesta região, como foi feito na Vila Cruzeiro no dia anterior. Houve trocas de tiros no início da noite do dia 26.

A polícia apreendeu mais de 300 motos na favela do Cruzeiro, onde tambem foram encontradas munições e cerca de duas toneladas de maconha, além de cocaína e crack. O Complexo do Alemão ainda é o refugio dos grandes traficantes de favelas vizinhas tomadas pelas Unidades de Polícia Pacificadora, e consequentemente traficantes espremidos pela perda de território estão cometendo atos terroristas pela metrópole do Rio de Janeiro gerando desordem e pânico na população. Atitude fundamental para que a população tenha a esperança de poder viver dignamente, de acordo com a Constituição de 1988.

Em 28 de novembro de 2010, o BOPE e as forças armadas fizeram uma operação para a retomada do Complexo do Alemão. Os traficantes estão foragidos em meio a mata, devido a sua topografia desigual.

Nesta operação, o BOPE apreendeu cerca de dez toneladas de maconha, cocaína, crack e armas de grosso calibre, o que sera efetuado o balanço final somente no final da operação, a qual não acabou ate este momento.

No dia 27 de novembro, ao final da tarde, cerca de 31 traficantes se renderam à polícia. Segundo as últimas notícias, o Complexo do Alemão, está totalmente sob o controle da Polícia do RJ, do Exército e corpos auxiliares, como a Marinha. É bom ressaltar que os moradores ajudaram a polícia através do Disque-Denúncia, cujo telefone é o 2253-1177 ou da Policia Militar número 190.

Posted in Curiosidades sobre os bairros cariocas, Geral, Policial | 1 Comment »

Restaurante do Paissandu Atlético Clube, no Leblon, é interditado

Posted by victorsxavier em novembro 19, 2010

Victa aerea do clube paissandu

Vista interna do clube paissandu no Leblon do Rio de Janeiro

 

O Paissandu Atlético Clube, localizado no Leblon, na Zona Sul, teve seu restaurante interditado na manhã desta sexta-feira por policiais da Delegacia de Defesa ao Consumidor (Decon). Eles fecharam o local em consequência da falta de higiene de sua cozinha e por ter em seus estoques dezenas de produtos vencidos, como pães, queijos, presuntos, maioneses, salaminhos, refrigerantes, chope e peixes. O clube tem 138 anos.

Os dois proprietários do Bufê Barros, responsável pela exploração do restaurante, foram detidos e levados à delegacia para prestarem depoimento. Eles serão indiciados no artigo 7, IX, da Lei 8137/90 (vender, ter em depósito para vender ou expor à venda ou, de qualquer forma, entregar matéria-prima ou mercadoria, em condições impróprias ao consumo), com pena de dois a cinco anos ou multa.

– Foi um dos lugares mais sujos que fiscalizamos na Zona Sul da cidade. Uma imundície, além de dezenas de produtos vencidos. É uma falta de respeito com os sócios do clube e visitantes. Tinha maionese estragada, que pode até matar. Também havia outros produtos mofados e estragados. Um absurdo – disse o delegado Carlos Augusto, que durante a semana recebeu várias denúncias de sócios, reclamando do restaurante do clube.

Nesta quinta-feira, o supermercado Extra, do Largo do Machado, foi multado por falta de asseio no setor de padaria pela subprefeitura da Zona Sul com o apoio da Vigilância Sanitária. Além do auto de infração de R$ 1.012,42, o estabelecimento também foi intimado a instalar novas telas para evitar a entrada de insetos e roedores e fazer adequações no vestiário masculino e na padaria, onde foram vistas baratas.

Posted in Geral, Policial | Leave a Comment »

Polícia Civil apreende meia tonelada de maconha na Rodovia Presidente Dutra, que seguiria para o Complexo do Alemão

Posted by victorsxavier em agosto 16, 2010

A Polícia Civil, através da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), apreenderam um caminhão, no domingo, com meia tonelada de maconha hidropônica proveniente do Paraguai. A droga, localizada pelos agentes na Rodovia Presidente Dutra, seria entregue no Complexo do Alemão.

A maconha era proveniente do Paraguai e era avaliada em R$ 1 milhão.  A polícia começou a perseguir a carreta assim que ela entrou em Engenheiro Passos. Em Nova Iguaçu, o motorista entrou em um posto desativado – no local, ele apanharia um homem que o levaria para o Complexo do Alemão. Na altura do Jardim América, a polícia abordou os criminosos e um carro, que fava cobertura, fugiu.

O motorista da carreta foi identificado como o catarinense Valdir Chaves da Rosa, de 48 anos. Ele já havia sido preso anteiormente por tráfico de drogas e afirmou ser a terceira vez, nos últimos dois meses, que fazia o transporte da carga para o Rio. O guia é Sandro Bastos Pereira, 34 anos, que seria morador do Alemão e ligado ao tráfico naquela área.

Droga quatro vezes mais forte que a normal

A maconha hidropônica tem poder alucinógeno quatro vezes maior que a droga plantada, por causa do coquetel de fertilizantes que os traficantes usam na produção. O produto era trocado por carros roubados no Rio, São Paulo e MInas – após adulteração no documento dos veículos, eles eram enviados ao Paraguai.

A carreta, pertencente a uma empresa de Santa Catarina, foi levada para a sede da DRFA onde cães procuraram por mais drogas que poderiam estar escondidas. Uma mulher é a dona e será intimada a prestar depoimento. A polícia informou que esta é a maior apreensão de maconha hidropônica do país – a maior registrada anteriormente havia sido em São Paulo (200 kg).

Posted in Geral, Policial | Leave a Comment »

Funcionário de fábrica de massas (Cadore) cai em máquina e perde um dos braços

Posted by victorsxavier em agosto 16, 2010


Um funcionário da fábrica de massas Cadore, que fica em Coelho da Rocha, caiu em uma máquina de triturar farinha da empresa e acabou perdendo um dos braços na manhã desta segunda-feira.

Segundo bombeiros, ele foi identificado como Rafael Costa de Souza, de 25 anos. Rafael teve o braço amputado até o ombro. Ele foi levado de helicóptero para o Hospital de Saracuruna. De acordo com informações da Secretaria estadual de Saúde, o estado de saúde dele é grave. O jovem está no centro cirúrgico do Hospital de Saracuruna, em Duque de Caxias, para onde foi levado por bombeiros de helicóptero.

A diretora-administrativa da fábrica Cadore, Cláudia Estefano, informou ao G1 que o rapaz escorregou e caiu dentro do moinho. Ela afirmou ainda que, de acordo com o encarregado do setor, o acidente foi provocado por uma imprudência do rapaz.

Segundo ela, a polícia já teria ido ao local, e a vítima estaria recebendo acompanhamento de uma psicóloga e de uma assistente social da empresa. Cláudia disse que funcionários da segurança do trabalho estão apurando as causas do acidente.

Posted in Geral, Policial | Leave a Comment »

Polícia fecha festa rave (After do Cabral) regada a drogas sintéticas no engenho Novo

Posted by victorsxavier em agosto 16, 2010

Uma festa chamada “After do Cabral”, numa casa de quatro pisos no Engenho Novo, regada a drogas sintéticas e energéticos após às raves, foi fechada pela polícia na tarde de domingo. O empresário e DJ pernambucano José Cabral dos Santos Filho, de 37 anos, que organizava as festas na sua casa, foi preso temporariamente por tráfico de drogas. Depois da prisão, ele tentou cometer suicídio ao cortar o pescoço com um vidro de perfume e foi hospitalizado no Hospital Salgado Filho. O estado de saúde dele é grave.

A prisão foi baseada numa investigação de três meses da 28ª DP (Campinho), que utilizou grampos telefônicos e pesquisa em sites de relacionamento para investigar Mr. Cabral, como é conhecido nas festas rave onde trabalha como DJ, e outras duas pessoas que sediam esse tipo de evento. Cabral retornou há dez dias de uma viagem a Ibiza, na Espanha.

Além de uma pequena quantidade de cocaína e drogas sintéticas, também foram encontradas dezenas de latas de energéticos, bebidas alcoólicas, pratos com sal e limão, usado para tomar tequila, e narguilês, cachimbos usados para fumar maconha com água.

Um pouco mais tarde, por volta das 18h, um homem identificado como Márcio Bomba foi detido por policiais da 28ª DP na Rua do Riachuelo, na Lapa. Segundo investigadores, ele ia para uma festa rave e costumava comprar drogas de José Cabral para revendê-las.

Às 19h30m, a Polícia Civil também apreendeu uma grande quantidade de drogas na festa rave “The white party”, que acontecia na Travessa do Mosqueira, na Lapa. No local do evento, papelotes de cocaína e frascos de loló foram encontrados atrás de poltronas, embaixo de latas de lixo e até mesmo dentro de latas de cerveja.

Posted in Geral, Policial | Leave a Comment »

Presos por golpes em caixas eletrônicos na Barra e em Shopping de Botafogo

Posted by victorsxavier em agosto 16, 2010

< p style=”text-align:center;”>

A Polícia Civil desmantelou neste domingo, na Barra da Tijuca, uma quadrilha de São Paulo especializada em roubos de caixa eletrônico. Além de utilizar um aparelho chupa-cabras nas máquinas de saque, o bando também instalava um celular dentro do aparelho telefônico do serviço de atendimento ao cliente (SAC).

Após ter o cartão retido pela máquina, o cliente era induzido a ligar para o SAC do banco. Do outro lado da linha, uma integrante da quadrilha orientava a pessoa a digitar a senha do cartão. Com o cartão e a senha em mãos, o bando realizada saques, pagava multas de trânsito e transferia dinheiro para outras contas. A estimativa da polícia é de que o bando tenha causado um prejuízo de R$ 1,2 milhão nos últimos três meses, em todo o estado do Rio.

Na operação, foram presos Jair Almeida de Queiroz, de 43 anos, e Fabio Albuquerque Nacaratto, de 31. Houve troca de tiros, e dois integrantes do bando que esperavam do lado de fora conseguiram escapar. O estagiário de direito Rodrigo Pascoalotti, de 31 anos, também foi levado à delegacia e acabou preso por corrupção ativa, após oferecer R$ 35 mil ao delegado. Com o bando, foram apreendidos 12 cartões de crédito, três celulares, um leitor de cartão de crédito com fundo falso e um aparelho de telefone, que seria utilizado no golpe.

Também na tarde de domingo foram presos em flagrante dois homens que pertencem a uma quadrilha paulista quando tentavam instalar um chupa-cabra no caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal no sétimo andar do Botafogo Praia Shopping . Seguranças do shopping suspeitaram de João Victor Chagas, de 21 anos, e Renan Queiros de Almeida, de 26, e chamaram policiais da 12ª DP (Copacabana).

Posted in Geral, Policial | Leave a Comment »

.:: ASSINE PELO RIO ::.

Posted by victorsxavier em março 19, 2010

.:: ASSINE PELO RIO ::..

Posted in Geral | Leave a Comment »

Líder do Nós do Morro (projeto social no morro do vidigal), é achado morto.

Posted by victorsxavier em fevereiro 11, 2010

Um dos diretores e fundadores do grupo Nós do Morro, José Frederico Pinheiro, de 57 anos, foi encontrado morto na manhã de quarta-feira numa rua, no Horto, Zona Sul do Rio. Ele tinha a garganta cortada provavelmente por um estilete deixado junto ao corpo. Fred deixou mulher e uma filha de 17 anos. O caso foi registrado pela 15ª DP (Gávea) e imediatamente transferido para a nova Delegacia de Homicídios, na Barra da Tijuca.

– Estamos todos inconsoláveis – afirmou o diretor do Nós do Morro, Guti Fraga, acrescentando que os policiais da Delegacia de Homicídios manifestaram o maior empenho na investigação.

O diretor-executivo do AfroReggae, José Júnior, disse que ficou chocado com a notícia e imediatamente manifestou solidariedade aos amigos do Nós do Morro.

O Grupo Nós do Morro é uma associação cultural sem fins lucrativos fundada em 1986 com objetivo levar arte e cultura para a população do Morro do Vidigal. Integrantes do grupo participaram de filmes como “Cidade de Deus” e “Tropa de Elite”. Com seus grupos de atores e oficinas, a sua ação cultural obteve o reconhecimento da crítica e do governo brasileiro. Cerca de 90% dos beneficiários do programa oferecido pelo Nós do Morro são crianças e jovens que têm como pré-requisito freqüentarem a escola.

O corpo será enterrado esta tarde no Cemitério São João Batista, em Botafogo. Ele será velado a partir das 15h30 na capela 7 do cemitério.

A Nova Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro


Desde segunda-feira, quando a divisão começou a funcionar, oito locais de assassinato foram analisados pelo olhar minucioso da nova estrutura. Um laptop dá agilidade ao trabalho da perícia e os policiais militares não precisam mais ‘guardar’ o corpo — muitas vezes por mais de seis horas — até o momento de se desfazer a cena do crime.

Em torno do corpo do produtor teatral José Frederico Canto Pinheiro, 58 anos, a equipe se dividiu: dois peritos e seus assistentes revistaram os bolsos da vítima, fizeram medições do espaço com uma fita métrica, tiraram fotos, fizeram filmagens e recolheram tudo o que pudesse ser prova em sacos plásticos com a descrição do material. Discutiram, ainda, a provável posição de José Frederico e os golpes do assassino, que usou um estilete para cortar o pescoço da vítima, possivelmente segurando-o por trás. Enquanto isso, o papiloscopista usava um pó específico e um mini espanador para identificar digitais.

Com um laptop, um dos delegados relacionava no inquérito todas as peças e informações dadas pelos peritos. Ligado ao banco de dados da Polícia Civil, ele conseguiu verificar que a família do produtor teatral havia feito registro de ocorrência de desaparecimento na 15ª DP (Gávea), terça-feira, dia 9, por volta das 21 horas. José Frederico, morador da Gávea e responsável por um projeto de teatro no Morro do Vidigal, estaria desaparecido desde o dia anterior.

A perícia durou duas horas e o rabecão do Corpo de Bombeiros já estava à espera da liberação do corpo. Os bombeiros de plantão até trocaram telefones particulares com os policiais da equipe para facilitar o contato. Por causa do laptop, a guia de remoção foi feita na hora e economizou o tempo dos bombeiros, que normalmente deveriam buscar o documento na delegacia mais próxima. Uma equipe de investigadores ainda circulou pela rua à procura de câmeras que pudessem ter flagrado alguém subindo a Rua Pacheco Leão com José Frederico.

Segundo o diretor da Divisão de Homicídios, delegado Felipe Ettore, os agentes precisam estar atentos para desvendar e interpretar as características de uma cena de crime, como pegadas no chão, guimbas de cigarro espalhadas, manchas de sangue ou fios de cabelo. “Tudo precisa ser recolhido para análise no laboratório. Queremos encontrar os autores e indiciá-los o mais rapidamente possível”, disse.

Canhão de luz acha sangue e até esperma

Um dos equipamentos mais modernos da divisão ainda não foi inaugurado. Trata-se do ‘crimescoop’, um canhão de luz capaz de identificar no ambiente manchas de sangue e até esperma, mesmo num local que tenha sido limpo. É coisa de filme. Mas a promessa é de transformar em realidade o que até então só se via mesmo na TV. Com óculos especiais, os policiais poderão visualizar esses indícios nas cenas de crimes e armazená-los em lâminas de vidro ou com algodão em tubos de ensaio.

Para ambientes fechados e perícias que precisem de mais tempo de trabalho, como numa chacina, por exemplo, um microônibus será usado pelo grupo. “Ele possui um gerador capaz de dar claridade à cena de um crime como se fosse luz do dia. Dentro dele seguem todos os equipamentos necessários e até detector de metais, para que a gente possa procurar armas enterradas, por exemplo”, explicou o diretor da Divisão de Homicídios, delegado Felipe Ettore.

Comunicação rápida pode fazer diferença

O programa ainda está sendo ajustado. Um dos detalhes mais importantes é a ligação rápida para a Divisão de Homicídios. Ontem, o corpo de José Frederico foi encontrado às 6h50 por um guarda municipal. Ele ligou para o 190 da PM, que mandou uma viatura do 23º BPM (Leblon) para a Estrada Dona Castorina. Os PMs acionaram a 15ª DP (Gávea), que chegou ao local por volta das 9h. A Divisão de Homicídios foi acionada às 9h20.

“Estamos cobrindo toda a capital e por isso o trabalho tem que estar integrado. Os comandantes da Polícia Militar já foram avisados e logo todos os PMs, quando estiverem numa ocorrência como esta, vão avisar à Central de Comunicação da Polícia Civil, que vai chamar a divisão. Dividimos a cidade em seis áreas e temos policiais espalhados pelo Rio, trabalhando na rua. A meta é chegar em qualquer local de homicídio em até 20 minutos”, explicou o delegado Felipe Ettore.

A Divisão de Homicídios conta com 250 policiais, 120 deles recém formados na Academia de Polícia. De acordo com o delegado, 90% dos novos policiais passaram por treinamento especial para trabalhar na divisão. Há ainda seis peritos criminais, seis papiloscopistas e, diariamente, um médico Legista do Instituto médico legal (IML) acompanha a equipe.

– Mais informações sobre o trabalho social realizado pelo “Nós do Morro” – clique aqui.

fonte ogloboon/odiaon/próprioautor

Posted in Geral, Policial | 3 Comments »

Choque de Ordem prende 11 que urinavam nas ruas durante o desfile de blocos

Posted by victorsxavier em fevereiro 2, 2010

Agentes da Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop) prenderam 11 pessoas que urinavam nas ruas, neste fim de semana, durante o desfile dos blocos de rua do Carnaval 2010. Também neste fim de semana, a fiscalização desta secretaria bateu o recorde de reboques por toda a orla da cidade, 312 veículos.

Neste domingo, 31 de janeiro, durante o desfile de um bloco na Rua Visconde de Caravelas, em Botafogo, cinco mijões foram flagrados urinando em público e levados para a 10ª DP (Botafogo). Outros três mijões foram presos após estarem urinando na orla do Leblon. Eles foram conduzidos para a 14ª DP (Leblon).

No sábado, mais três mijões foram presos por agentes da Seop no desfile da Banda de Ipanema. Dois deles estava urinando na Praça General Osório, o outro, na Rua Prudente de Moraes esquina com Rua Garcia Dávila. Os três mijões foram levados para a 14ªDP (Leblon).

“Não será tolerado foliões urinando nas portas dos moradores. Isso é inadmissível. O número de banheiros químicos foi dobrado e os mijões que forem flagrados tendo tal atitude serão conduzidos para a delegacia da área”, afirmou Rodrigo Bethlem, secretário da Ordem Pública.

fonte: odia online

Posted in Cultura, Geral, Policial | Leave a Comment »

Transporte vertical do Alemão também poderá ser pago com o Bilhete Único

Posted by victorsxavier em fevereiro 2, 2010

Os moradores do Complexo do Alemão vão poder pagar a passagem do teleférico, com inauguração prevista para setembro, com o Bilhete Único e até com lixo, numa espécie de tarifa ecológica. “Temos um projeto de coleta seletiva e a ideia é que esse lixo separado possa ser trocado por passagens pelos moradores”, anunciou o secretário estadual de Obras e governador em exercício, Luiz Fernando Pezão, que visitou as obras na comunidade, ontem de manhã.

Detalhes do projeto ainda estão em estudo, assim como o valor da passagem. Segundo o presidente da Empresa de Obras Públicas (Emop), Ícaro Moreno, 60% das obras já estão concluídas. Na Estação da Fazendinha, a 140 metros de altura, começou a instalação mecânica do sistema, que entrará em testes em junho.
A estação de Bonsucesso, onde haverá integração com o trem, será a primeira do circuito do teleférico. Na sequência, ficarão as estações Adeus, Baiana, Alemão, Itararé e Fazendinha, num percurso de 3,4 km, que será feito em cerca de 15 minutos. Em cada uma das seis estações haverá espaços para atendimento social, como um centro de apoio jurídico na Estação Alemão, um centro de serviços com correios e cursos profissionalizantes em Itararé e um centro cultural com biblioteca pública na Fazendinha.

O sistema terá 152 gôndolas movidas a energia elétrica, com capacidade para 10 pessoas — 8 sentadas e 2 em pé. A estimativa é que 30 mil pessoas, entre turistas e moradores da região, utilizem o teleférico todos os dias. A Emop faz, a pedido do governo, um projeto-piloto de reforma, incluindo pintura, das habitações no Alemão, a exemplo do que foi feito no Morro Santa Marta, em Botafogo.

Segurança em 5º lugar entre prioridades

Luiz Fernando Pezão disse que segurança está em 5º lugar na lista de prioridades no local. “Antes temos que dar educação, saúde e saneamento e trazer cidadania para essas pessoas”, afirmou ele, que também garantiu a chegada da UPP ao conjunto de favelas.

O governo do estado espera, com o teleférico, atrair mais turistas para o Alemão. O grupo AfroReggae vai treinar guias na região. O presidente do grupo, José Junior, diz que já há turismo no complexo. “Já recebemos 240 japoneses em um dia. A comunidade está muito otimista”, afirmou.

fonte: odia online

Posted in Cultura, Geral, Policial | Leave a Comment »